Medicamentos Naturais

“...descobri há 6 meses que sou soropositivo, e os retrovirais me fazem muito mau, sou hipertenso e cardiaco, gostaria de saber se existe um medicamento natural para substituir o retroviral e que me faça sentir bem após seu uso...”

O texto acima é um excerto de um email que me foi enviado por um leitor. Respondo-lhe contando uma história vivida por mim, a qual é uma homenagem a um amigo que partiu.

Em tempos houve um grupo de seropositivos que fez amizade através de um chat. Convivíamos, fazíamos piqueniques, acampamentos e jantares. Havia amores e desamores, guerrinhas e brincadeiras. A única coisa que tínhamos em comum era o rótulo que a infecção pelo HIV nos deu. “Sidosos”. Nunca ninguém nos chamou tal, mas nós mesmos considerávamos este rótulo como o fato que vestíamos.
O “Cinzas”, era um tocador de viola e artista na recuperação de antiguidades em madeira. Dedicava-se às curas naturais. Era um infectado com o perfil de desenvolver o vírus muito lentamente. Pesquisava tudo, lia tudo e tinha o dom de irritar os médicos (donos do site) com as suas publicações sobre medicamentos naturais o que levou com que estes, fechassem o elo de contacto entre o grupo que acabou por se desfazer. Tomava medicamentos naturais importados de todo o mundo e proclamava a cura.

Eu defendia os medicamentos desenvolvidos pela ciência. Ia investigando os progressos, pensando em experiências de interrupção programada da medicação. Os medicamentos eram muito fortes e levaram-me várias vezes a ser internado num hospital. Foram os rins que começaram a dar sinal até que suspendi o medicamento que sabia estar a provocar esse problema. Depois foi o fígado que falhou com o novo medicamento que substituiu o que me fazia mal ao rins. Mais um internamento hospitalar, desta vez mais grave.
Nova troca de medicamentos e passados alguns anos o coração deu de si. Abriram-me, tiraram a safena da perna e puseram-na a levar sangue para ser bombeado com nova canalização.
Tem trabalhado e continuo a viver. O mau estar inicial que os comprimidos me causaram passou e já está esquecido, embora recorde que me custou bastante.

Continuo a viver com os medicamentos desenvolvidos pela ciência e tenho uma qualidade de vida relativamente boa.
"O Cinzas", que era um resistente e no qual o vírus progredia muito lentamente, seguiu o destino que a todos espera e morreu.

Passado pouco tempo após a sua morte, encontrei-me num congresso com o médico a quem o "Cinzas" punha os cabelos em pé, com as suas teorias e práticas da medicina natural. Já não o via há anos e cumprimentei-o. Começámos a conversar e a lembrar os tempos do chat onde o grupo se encontrava.
Perguntei-lhe se ainda se lembrava do "Cinzas", ao que respondeu afirmativamente. Tinha sido seu paciente e recordou as tropelias sobre as tomas e não tomas de medicamentos e misturas com remédios naturais.
A certa altura disse-lhe: “Sabe doutor, ele conseguiu curar-se e eliminar o vírus.”
O médico ficou atónito… direi mesmo embaraçado. Não sei o que lhe passou pela cabeça, mas certamente lembrou-se das discussões entre ele e o seu paciente sobre os benefícios da medicina natural no tratamento do HIV. Olhava para a sua expressão, com um certo gozo. Eu, como todos os elementos do grupo ficámos sentidos com a sua atitude de fechar o chat, restringindo a liberdade de falarmos. A relação de amizade já não era a de outrora.
Fiz uma pausa propositada enquanto o embaraço se mantinha e o silêncio imperava na conversa. Depois de algum tempo disse-lhe:
“… foi cremado a semana passada no cemitério dos Olivais”.
O médico respirou de alívio, e continuámos a conversar recordando bons velhos tempos.

A história que contei é real. A decisão a tomar pelo leitor que me escreveu o email, de procurar alternativas ao tratamento antiretroviral, pertence-lhe. Tem esse direito.
Poderá haver quem conte histórias diferentes. Esta é verdadeira, as outras poderão sê-lo ou não.
Um abraço para o “Cinzas” , cujas cinzas pertencem à mãe terra, esteja ele onde estiver.

9 comentários:

anad disse...

Um bom Natal junto dos familiares e amigos e um ano novo cheio de esperança.
Um abraço
Anad

. intemporal . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
elvira carvalho disse...

Amigo em todas as doenças ha que seguir os conselhos do médico. Especialmente em determinadas doenças, sejam virais ou raras como por exemplo a esclerose múltipla. Acredito que coisas naturais como ss vitaminas possam ajudar a aumentar a resistência. Mas controlar a doença?
Em 43 um tio meu que evidentemente não conheci mas de quem meu pai sempre falava, morreu com uma apendicite. Precisava ser operado, e julgou que se curava com chás e rezas. Tinha na altura 36 anos. E morreu em 3 dias.
Um abraço e um bom ano para si e para os seus.

Azul disse...

Cinzento era o meu irmao tao teimoso e tao inteligente.
Nao poderei nunca descrever a experiencia de o ver apodrecer aos poucos. Cada dia um bocadinho mais morto. Lentamente. Tao lentamente.
Nem poderei descrever o sentimento de impotencia que tive (e ainda tenho)por nao conseguir convence-lo a tambem utilizar a medicina convencional.
Quero dizer, pensando/sabendo que ele me detestaria por o dizer, que ele foi para o hospital na ultima fase. Uma grande luta ao telefone, pois ele nao queria ir. Afinal era o cinzento, certo? :-) Nos primeiros dias ele pensou que talvez conseguisse sobreviver e disse-me que queria a ajuda dos medicos e que iria tambem comecar medicina convencional se sobrevivesse.
A Sida afecta todos os aparelhos e sistemas e estou certa de que o seu sistema nervoso havia sido afectado ha muito.
O Cinzento era um menino sensivel e fragil, sempre a procura de amor e do seu lugar no mundo.
Nunca esquecerei os anos de agonia. Cada dia um bocadinho mais morto.

Luma Rosa disse...

Se você elegeu um médico que confia, não se entrega às escuras ao tratamento que ele prontifica. Confia, apenas! Até acho que ter confiança, ajuda positivamente em qualquer tratamento médico.
Esteja bem! Beijus,

Bete disse...

Passei pra saber as novas daqui.
Uma semana de paz e luz

דוד וךעב disse...

Bom, medicamentos naturais são melhores do que o cocktail, com certeza, mas tem que saber que tipos de medicamentos!

Alguém sabia aqui que o Brasil tem a patente sobre esses remédios já?

Ou seja, é made in Brazil!

O Medicamento Homeopático Canova é um imunomodulador que atua no sistema imunológico comprometido ou quando seja requerida uma ação mais efetiva desse sistema. A Canova do Brasil realiza estudos científicos sistemáticos em Universidades Brasileiras desde 1998. A cada novo trabalho mais se comprova a segurança e eficácia do medicamento.

Referências www.canovadobrasil.com.br

Lembrando dos Inibidores de CCR5 e também dos Inibidores e CXR4, vamos então mais adiante agora no meu comentário...

No Japão o Prof Nobuto Yamamoto, estimulando o sistema imunológico conseguiu erradicar a infecção pode HIV.

Referências
"After less than 18 weekly administrations of 100 ng GcMAF for nonanemic patients, they exhibited low serum Nagalase activities equivalent to healthy controls, indicating eradication of HIV-infection, which was also confirmed by no infectious center formation by provirus inducing agent-treated patient PBMCs. No recurrence occurred and their healthy CD + cell counts were maintained for 7 years."


Referências
http://www.thedcasite.com/Yamamoto_file/Yamamoto.html


Resta agora correr atrás, fazer o governo ter esse "conhecimento", ou melhor, fazer ele ter interesse real.

Os papeis do professor baseados no D-protein...

Quanto ao Cinza, bom, ele estava certo em questionar, isso é o que todos devem fazer sempre, questionar e procurar saídas....

Se todos caminharmos juntos, procurando soluções, as curas chegaram mais rápido do que imagina-se...

Um detalhe é: Todo medicamente Alopático, nada mais é que o homeopático sintetizado, ou seja, manipulado e retirado seu fragmento em laboratório, com ajuda de coadjuvantes quimicos e de processo industrial.

Logo seu amigo não esta de tudo errado, ele apenas tentou o que já estão tentando por meios científicos a muito tempo, ou seja, mesmo que usando bananas, como nesse artigo:http://www.abril.com.br/noticias/comportamento/banana-pode-ajudar-luta-contra-hiv-pesquisa-541219.shtml

Bom, mas não sou um novo cinzas renascido, apenas alguém trazendo mais informações e para tentar ajudar de toda forma possível.

Em fim outro dia comento mais..

Boa sorte a todos...

E busquem mais informações, porque assim cada um pode pensar em uma forma de achar curas, porque elas surgem com o questionamento.

E no final são soluções muito mais simples do que se imaginam..

E por falar em HIV, não sei se todos aqui sabem, mas o HIV é um retrovirus (virus de transcripase reversa) e todos os retrovirus do mundo também são mutantes como o HIV.

Finalizando: Os medicamentos naturais são muito úteis sim, em conjunto com os halopáticos, disso os próprios cientistas não tem dúvidas..

E o mal estar por causa dos remédios é porque eles matam células T...

lohedman disse...

Falando em alternativas....o Nobuto Yamamoto já citado aqui, quando fala em estimular a defesa do organismo para combater o hiv, creio que se referia a auto hemoterapia, muitas pessoas aderiramm o método e curaram diversas doenças..inclusive hepatites... hemoterapia está sendo utilizado para portadores do hiv tbm...já vi post's de pessoas que largaram os retrovirais que estavam fazendo muito mal e iniciaram a hemoterapia, alegam estarem muito bem.... Dr Luiz Moura aqui no Brasil curou um dentista recém-infectado com a hemoterapia... Os Laboratórios criticam bastante, mas é natural já que com isso sofrem perdas dos lucros, muitas alternativas que são boas, acabam abafadas pela máfia da medicina, laboratórios compram as patentes dos novos descobridores e assim ficam com elas vendo a possibilidade de fazerem mais lucros ou abafá-las caso necessário.... o "cinzas" estava certo em tentar...só não podia deixar a "batata assar"...os números ( cd4 e carga viral) devem sempre ser controlados... Já que a auto-hemoterapia é um método natural, penso que é possível aderir ao tratamento mesmo sem largar os retrovirais para quem quiser testar...acho que não tem nenhuma contra-indicação, é só uma aplicação semanal, aos interessados é sempre bom ir a fundo no assunto... Abraços para Todos!! Fé em Deus e Boa Sorte!

Tajuana Adilson disse...

Meu nome é Adilson Tajuana eu sou do México, era real sério na minha vida como um HIV positivo, quem vai acreditar que a erva pode curar Oito anos HIV no meu corpo e eu estava tendo problema na minha pele em resultado deste vírus, eu nunca acreditar que isso vai funcionar eu tenho gasto muito dinheiro comprando drogas do hospital para me manter saudável e eu estava esperando por essa morte para vir, porque eu era impotente, um dia i duro sobre este grande homem que é bem conhecido de HIV e cura do câncer, eu decidi enviar-lhe (okonofua_solution_tem99@hotmail.com), sem saber, para mim que este será o fim do HIV no meu corpo, preparou a erva para mim e para enviá-lo ao serviço de correio através de, e deu me instruções sobre como levá-lo, no final dos cerca de alguns dias, ele me disse para ir para o hospital para um check-up, e eu fui, surpreendentemente, após o teste, o médico confirmou-me negativa, eu pensei que era uma piada , eu fui para outros hospitais não acreditei que sou HIV negativo. Eu realmente quero dar graças a DR. PAUL EMEN por salvar a minha vida, eu nunca acreditei que eu vou ser HIV negativo hoje, por favor, meus queridos amigos, me ajude a agradecer DR. PAUL EMEN para o que ele tem feito na minha vida eu sou grato Sir. se você está tendo mesmo problema por favor entre em contato com ele através deste e-mail (okonofuatem99@gmail.com).
eu te amo DR. PAUL EMEN eu nunca te esquecer, e eu prometo para compartilhar este testemunho todo lá e em qualquer lugar que eu esteja. obrigado novamente.