E Agora ?


Inebriados ainda pelos vapores do álcool que não bebemos, para festejar a entrada do novo ano, subitamente damos conta que já se passaram quatro dias e ainda nada fizemos de produtivo. Parece que queremos parar e ficar no ano anterior que dizemos de má memória a todos os níveis, com medo de entrar no desconhecido que o novo ano nos trará.
A fobia nacional e até mundial é que isto está mau e ainda vai piorar, parece tomar conta das nossas mentes, e recusamo-nos a querer andar. Estamos tomando a atitude dos burros que os nossos avós tinham e que lhes serviam para tudo até para meio de transporte. Quando a carga era demais o “Burrikito” fincava as patas e não andava. Às vezes dava uns pinotes e uns coices e conseguia libertar-se do carrego e fugir não para muito longe pois nunca abandonava os donos que o escravizavam mas que ao mesmo tempo o adoravam por o asno lhes dar uma vida mais confortável rodeados sem esforço de tudo o que precisavam.
Afinal acabamos por ser tão iguais a estes simpáticos animais, em vias de extinção mas não tomamos as acções de protesto que eles tomam quando a carga é demais, e não sabemos dizer basta. Somos burros no sentido coloquial da palavra que desenvolvemos face à passividade dos pobres animais que eram escravos do homem. Mais burros do que eles por não conseguirmos unir-nos e ter forças para finalmente podermos ter uma vida com qualidade e sem sobressaltos que no papel , e em teoria uma democracia nos pode dar.
Estamos a iniciar o novo ano e dentro de pouco mais que três centenas de dias iremos fazer novo balanço do que foi 2009.
Temos planos para o futuro dos Blogues do grupo “Sidadania”. O grupo cresceu em numero de leitores e entre eles apareceram pessoas de boa vontade que querem trabalhar e ir mais longe. Vão existir mudanças nos blogues, eles terão menos textos possivelmente. O Haart e o Memória ficarão com textos mais espaçados, possivelmente a componente de informação cientifica estará mais concentrada no Memória informando sobre SIDA, Hepatites e outras doenças crónicas. O Haart poderá ter relatos de vida interessantes de quando em vez e os blogues um e dois serão a montra daquilo que estamos a desenvolver e o grito contra as injustiças sociais aos mais desfavorecidos, e vitimas do estigma e da exclusão social.
Aparecerão artigos sobre o mundo das drogas, prostituição, prisões , imigração vistas de dentro para fora, com conteúdo para muitos chocante. Vamos estar-nos nas tintas para alguns senhores doutores que se escandalizam quando falamos de uma Puta ao ataque, e que acham que deveríamos dizer uma trabalhadora sexual no seu posto de trabalho. Chamaremos os bois pelos nomes e o vulgo ouvido pelo povo e que é linguagem comum, não será adulterado por aqueles que sem prática no terreno se querem afirmar como os detentores da verdade e do conhecimento.
O Projecto que nasceu nos blogues “Sidadania” , seguirá em frente enquanto houver pessoas de boa vontade dispostas a trabalhar connosco e nós acreditarmos que fazemos falta e em consciência sentirmos que estamos a fazer um trabalho válido e útil à sociedade.
Somos uma pequena bola de neve rolando montanha abaixo. Cresceremos com o declive da montanha que se traduz nas pessoas que se estão juntando a nós para nos ajudarem no trabalho e naqueles que vêm até nós para serem ajudados.
O Futuro será aquilo que nós quisermos e depende do esforço que cada um de nós investir sempre no sentido de ajudar o seu semelhante.Um Abraço cheio de esperança.

11 comentários:

Sonia Regly disse...

Lindo e relevante seu texto.Depende de nós, muitas cpoisas nós podemos fazer para melhorar.Visite o Compartilhando as Letras,será uma honra!!!!!

f@ disse...

Pois é Raul…
Parece mesmo que arrastamos uma parte do 8 para formar o 9, tendo ficado quase tudo de nós e da nossa força ainda na outra bola do 8…
Na sombra exaustos e com os olhos cerrados e os braços a empurrar as mãos para o fundo dos bolsos vazios…
Na parte que me toca e, embora um pouco apática eu ando sempre aos pinotes para largar a carga quando negativa ou demasiado pesada … e se for necessário ainda me nego a carregar o que quer que seja…
DE olhos abertos e mangas arregaçadas em braços firmes eu vou atrás dos meus sonhos …
Força para os vossos projectos…
Beijinhos das nuvens

WOLKENGEDANKEN disse...

Bravo ! Os projectos soam muito interessantes. Concordo plenamente que a primeira coisa para fazer quando se quer melhorar a situacao de algum grupo marginado sempre sera dar a conhecer os factos.

E fico a espera de que alguem algum dia me explique bem quem sao essos "doutores" das quais tanto se fala. Imagino que nao se pode tratar de todas as pessoas com formacao academica ?!

um abraco :))

e desculpa uma vez por sempre a falta de acentos, tils etc porque o meu teclado nao tem :))

Fatyly disse...

Chamaremos os bois pelos nomes e o vulgo ouvido pelo povo
............
ora fazes(em) muito bem e é assim que deve ser, talvez assim os temas cheguem a muitos mais, porque nunca é demais informar...informar...ajudar.
DE facto "o futuro será aquilo que quisermos e depende do esforçoque cada um de nós investir sempre no sentido de ajudar o seu semelhante" vivendo um dia de cada vez e fazermos tudo, mas tudo até onde os nos braços chegam.

Mas sabes Raul, sempre me fez muita confusão a calma dos períodos de "férias e festas". Portugal quase que pára, embora reconheço que muita gente trabalha muito mais nessas alturas.

Agora a crise toldou as ideias a muita gente e ainda hoje tive uma boa noticia de dois jovens e uma cadinho mais velha terem partido para a luta para realizarem o seu sonho e nem imaginas as vezes que lhes chamei "burros" por desperdiçarem o momento...há que ir à luta e subscrevo o que dizes... "Mais burros do que eles por não conseguirmos unir-nos e ter forças para finalmente podermos ter uma vida com qualidade e sem sobressaltos que no papel , e em teoria uma democracia nos pode dar."
Virei sempre aprender com a vossa equipe, concordando, discordando ou até dando a minha modesta opinião, mas jamais desistam deste vosso projecto neste mundo de cabos.

Um beijo rapaz

SILÊNCIO CULPADO disse...

Raul

Viva a esperança e viva a faculdade legítima e maravilhosa de nos podermos revoltar e chamar os bois pelos nomes.
Não será com hipocrisias que a solidariedade cresce. Não será com o faz-de-conta que impediremos o sofrimento de quem se sente excluído.
É com uma voz activa e militante, aquela voz que é escutada por quem precisa, que justificaremos os nossos passos. Uns passos que vão caminhando no sentido da consolidação de um projecto em que acredito.

Abraço

Biby disse...

E agora?
Mãos há obra que há muito trabalho pela frente!:)
beijinhos
BIBY

M. disse...

E agora... agora voltamos a aprender que de vez em quando os problemas dos outros também podem ser nossos ou o contrário, que podemos fazer a diferença na mudança e na evolução, que podemos transformar a(s) crise(s)em verdadeiros desafios. Óbvio que implica aprender com erros e fracassos para de seguida consolidar uma estrada mais segura e confiante. Seja qual for o sofrimento, tem o seu significado.
e
como disse o outro.. (qual outro?), não tentes mudar o mundo. muda a ti mesmo e o mundo muda contigo. És mestre do teu destino e não vítima da tua História.

Beijos e abraços

O Árabe disse...

mais do que certo: o futuro será o que nós quisermos. Vamos fazê-lo melhor!

sideny disse...

E agora -----é seguir em frente.
E que este ano corra um bocadinho melhor que o outro.
beijocas

Odele Souza disse...

Raul,
Desejo muito sucesso para o novo enfoque que será dado ao grupo de blogs do Sidadania.

E para ti e teus entes queridos, meu desejo de um excelente 2009.

mariam disse...

Raul,

Parabéns! e MUITA FORÇA! e nunca deixa de assim ser... Bem-haja.

grande abraço a Si e aos activos colaboradores do SIDADANIA.

um sorriso :)
mariam