WHEN THE SUN ARISE


Conheci alguém que me dizia: quanto menos tenho é quando mais tenho. Demorei anos a perceber o significado da frase. Foi preciso percorrer um longo caminho para perceber que as futilidades envenenam pelas motivações vazias que consomem a verdadeira essência da dádiva. Algo que está dentro de nós e que só encontramos quando nos despimos daqueles ornamentos que esconderam o que de melhor tínhamos para dar.
Soubera eu o valor das coisas, em certas alturas, e não as teria desperdiçado.
Porém, nunca é tarde para aprender nem para viver. É a intensidade do momento que dita a sua duração e é a natureza do acto que determina a sua grandeza. Por isso cada momento vale o que vale consoante a nossa entrega e a nossa força.
O Raul faz anos neste dia 8 e eu queria dar-lhe uma prenda que não fosse banal. Algo que seja uma mensagem de força e de coragem, de esperança e abnegação, de amor pela VIHDA, essa vida que é tão nossa e tão pouco nossa. O Raul merece tudo embora, por vezes, ele diga para si mesmo, naqueles momentos em que a fraqueza nos assola, que não é esse homem forte e que sofre como qualquer pessoa. E que teme como qualquer pessoa. Mas ele é muito mais que qualquer pessoa se entendermos o qualquer como significando um padrão normal. O Raul tem muito para dar e ensinar e, nesse manancial de entrega, há a riqueza duma experiência vivida e sofrida e o humanismo que não se confina aos interesses de si mesmo. O Raul puxa por quem cai e acredita que todos se podem erguer. Ele grita para que todos se ergam e para que as portas não se fechem quando estiverem em pé.
Pela mão do Raul entendi o sentido da VIHDA. A dádiva que nos torna mais humanos nunca é excessiva e nunca deverá ser interrompida. Com ela aprende-se a tranquilidade e a segurança algo que não deixa chegar junto a nós a solidão e o cansaço.
Raul, neste dia dos teus anos, quero deixar-te uma lembrança que não seja banal. Quero dizer-te que quando o sol brilha (*) há que aproveitar o seu calor. Com ele seremos eternos e nunca vencidos.



(*) When the sun arise – Título de livro de Ernest Hemingway

31 comentários:

Odele Souza disse...

Ao Raul, o meu abraço especial neste dia 08 pelo seu aniversário. E à Lidia, outro abraço por sua capacidade de demonstrar apreço e amizade pelas pessoas.

Raul, rodopia comigo num abraço?

Paulo - Intemporal disse...

Raul

Os meus parabéns pelos teus 59 anos!

São 6.30h da manhã e preparo-me para mais um dia de trabalho, mas não poderia deixar de vir aqui dar-te o meu abraço.

Que este dia se repita por muitos e longos anos sempre com saúde e qualidade de vida.

Sabes a amizade que sinto por ti e o resto são cantigas [...]

E para o ano são 60!

"E quem aos sessenta já não setenta, aos setenta já não sessenta!"

:))

Não será obviamente o teu caso.

Um dia muito feliz para ti.

De coração para coração.

Do Paulo, sempre!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Raul
Embora o texto seja meu nunca é demais falar do muito apreço que te tenho nomeadamente pelo trabalho excelente que estás a fazer com alguém, meu familiar, que bateu muito no fundo e que se está a erguer pela tua mão.
Por tudo isso tu mereces uma vida com qualidade, vivida intensamente mediante a sabedoria do tempo. Olha sabes o que me apetecia agora? Um bolinho com um café.Engorda, né?
Bom, mas hoje é um dia duplamente importante para mim. Encontrar a mensagem do Paulo foi extremamente gratificante. Sei que nem sempre podemos estar presentes. E que há outros lugares para além do aqui. Mas sinto-me mais pobre quando não vejo o Paulo.

Beijos e um dia especial com muita amiza. Porém que não te estraguem com mim os porque quando isso acontece...

alex disse...

Raul
Parabéns. Acabo de criar um blogue para comentar em blogues interessantes.
Tudo de bom para este dia.

Beijos

Isabel-F. disse...

há coisas na vida que não se entendem ....

estive tanto tempo sem aqui vir (por falta de tempo ... o Raul até conhece os motivos ...)

e chego aqui hoje e é o dia de anos do Raul ...

e senti-me feliz ...


parabéns Paulo pelo teu texto ....
está lindo e o Raul bem o merece ...


para ti RAUL ...
um beijo.
não sou de muitas palavras como sabes ...
mereces TUDO do melhor que a Vida te possa dar ...

estou aqui ... e ...
estarei sempre ... para o que for preciso ....

e...

que para o ano ...

nos juntemos todos aqui novamente, para contigo festejar.

um xi coração grande

sideny disse...

Ola Raulito
Com então fazes anitos e eu não sabia:))
59 ena tantos.
Desejo-te um bom dia de anos , que passe um rico dia na companhia dos teus, com tudo de bom para ti.
beijocas grandes, e tudo de bom.


ps: ja agora o que é que pagas?
ehehehe
beijocas raul

M. disse...

Lídia

esta manhã,calcorreava distraidamente os quintais preferidos e saí deste toda emocionada.A reflexão que me proporcionaste, a magia do sentido que se acendeu, as emoções que entornas tão doce e sabiamente, tudome causou admiração e nostalgia. Não tenho palavras que se comprometem em dizer-te claramente "obrigada Lídia, pelo sol que trouxeste hoje até nós e ao Raul".

Nuno de Sousa disse...

Parabéns amigo Raul... neste teu dia.
Um ano passou com grandes batalhas pela frente mas um homem que sabe o que quer, com coragem para as enfrentar merece estar aqui entre todos nós, desejo-te que tenhas um grande ano, bem melhor q o anterior.
Um grande abraço deste amigo,
Nuno

f@ disse...

Belíssimo texto... rico... imenso... parabéns Lídia...

Parabéns e felicidades ao Raúl... desta vez não sei escrever nada apenas sentir e desejar que tenhas um dia feliz... um só dia não... todos os dias e que sejam mtos anos... sol e perfume de flores... doces e afectos...

Beijinhos grandes e abraço das nuvens

R. Rudoisxis disse...

Odele
Claro que rodopio contigo nesse abraço amigo.Levantas-me e vais andando à volta até ficarmos tontos e cairmos no chão.É bom termos amigas como tu. Beijo e tudo de bom para ti e para Flavia.
Um sorriso enormeeeee para ambas

R. Rudoisxis disse...

Paulo
Vão abrir cursos para aprenderes a fazer contas, pois calculaste mal a minha idade. Também pouco mais de meia dúzia de anos a mais pouca diferença fazem. Nunca ouviste dizer que a idade de um cavalheiro nunca se revela a ninguém? Espera pelo teu aniversário que eu vou vingar-me. Um abraço amigo.
Sempre Simplesmente EU

R. Rudoisxis disse...

Lidia
Primeiro fiquei sem palavras com o teu texto, depois o teu comentário.
Tu tás enganada, eu não estou fazendo nada pela tua familiar. Ela sim está fazendo por ela. Eu fico sentado na beira do abismo e apenas lancei a corda que está amarrada cá em cima e à qual ela está agarrada. Apenas lhe digo força vai subindo e vem até mim.
Recebi a tua prenda pelo Expresso é lindissima e vou usá-la para te ter mais perto do coração. És linda e tens-me dado força para caminhar com mais segurança, e fico sem jeito para te retribuir todo o carinho e amizade que recebo de ti. Sem palavras um abraço apertado e longo.

R. Rudoisxis disse...

Alex
Não falta uma letra no fim do nome para definir o género? A menina que virou rapaz, mas só no nome pois Alexa realmente não soa bem.
Gosto do nick,gosto de ti e quero-te ver como um rapazito traquina, irreverente mas com uma força de vencer inabalável. Não quero saber como eras mas adoro-te como estás sendo. O milagre da vida acontece todos os dias, e a palavra impossivel deixou de existir.
A estátua de pedra mais linda,antes de lhe serem retirados os pedaços que estavam a mais pela mão do escultor era apenas um bloco de granito.Tu és o escultor da tua própria vida, lembra-te disso. Beijo

R. Rudoisxis disse...

Isabel
Que importam as palavras quando uma imagem apenas vale por mil?
E nas tuas imagens dizes tanto que não são precisas imagens. Ainda bem que apareceste o que revela que existem na amizade mistérios que estão para além da nossa compreensão.
Obrigado por tudo e por muito mais.
Um xi coração para ti também, e fico feliz por reavivares na minha memória esta palavra tão linda.

R. Rudoisxis disse...

Sideny
O Paulo enganou-se e tu sabes bem que não tenho essa idade.Dá-me beijokas pequeninas, pois sendo bébé se forem grandes corro o risco de ser engolido por ti e há quem diga que sou indigesto.
Estou contigo nestes momentos dificeis para ti, embora muitas vezes pareça ausente.
Um beijo maior do que a nossa amizade construida durante muitos anos.

R. Rudoisxis disse...

M
Não respondo ao teu comentário, pois não me é dirigido. Contudo não posso esquecer as manifestações de carinho que expressaste por outras vias, incluindo o belissimo texto que publicaste no Haart. Com tantos mimos acho que me vão estragar, depois não se queixem.
No deserto que eu sou, tu és a fonte que refresca a minha alma e me permite continuar a caminhada.
Beijo enoooooooooorme.

R. Rudoisxis disse...

Nuno
Mantém o olho na objectiva e continua a ver o mundo como o sentes captando o belo a cada click no obturador. Tenho de arranjar tempo e debruçar-me sobre a tua obra, pois no pouco que vi encontrei coisas maravilhosas.
Obrigado pelo que me desejas e que a vida te sorria todos os dias de tua existência. Um gande abraço de amizade.

R. Rudoisxis disse...

F@
sol e perfume de flores... doces e afectos... recebidos nesta tua mensagem que adorei. Que a tua caminhada se suavise e os nossos encontros de nuvem em nuvem nunca desapareçam. Agasalha-te bem que lá por cima está um frio que gela os corações e não nos deixa viver a beleza de cada momento.
Beijos perdidos e achados no espaço azul do céu por onde só anjos se passeiam.

WOLKENGEDANKEN disse...

Muitos parabens ( pouco importa a idade que possas ter) e muito exito pelo teu trabalho !!!

R. Rudoisxis disse...

WOLKENGEDANKEN
Nick complicado de escrever.O boato é uma arma traiçoeira e em relação à idade é inofensivo, daí
e para confusicionar a minha longevidade ponho as pessoas a pensar. Obrigado pela presença no blogue pelos comentários deixados e pelos parabéns. Bem vindo a apareça sempre. Já agora os meus votos de um feliz e próspero 2009.

f@ disse...

Voltei com + tempo para reler o texto da Lídia... faz-me bem...
hoje estive no Hospital como acompanhante e levei Raul Brandão.... assim me senti doente e absolutamente curada... olhei para os rostos das pessoas e + uma página... e + um rosto...+ uma página... depois do castigo da espera a que todos os portugueses doentes tem "direito!" lá viemos para casa... eu com pensamentos a voar...
já divaguei...
de facto o Paulo....bem lixou o Raul com a matemática das velinhas de aniversário.... se fosse comigo puxava as orelhas...

lol....

Beijinhos das nuvens

Fatyly disse...

Lendo e apreciando a prenda aberta e todos os comentários que poderei dizer?

Lidia és de facto brilhante e a ti Raul aquele abraço já deixado no II:)))

Raul fazes falta porque quem atira uma corda para o abismo e grita cá de cima ohhhhhhh pá tu és capaz de subir, força...só pode ser uma boa pessoa e com uma formação invejável num depósito dentro de si, com altos e baixos humorados ou não tenho o maior apreço por ti...por todos.

Lidia um enorme Beijo
Raul aquele abraço
Todos os comentadores: uma beijoca e apareçam sempre porque eu gosto de vos ler

meu cantinho disse...

Olá Raul ,de vez enquando venho aqui te ler .
Hoje passei ,li o texto e uma boa mensagem e homenagem a uma pessoa como tu .
Um beijo sentido com um abraço .

meus parabens atrasados mas sinceros

beijo

R. Rudoisxis disse...

F@
Raul Brandão, muito bem.É o nome de meu avô,mas acho que não estamos ligados por laços de sangue.Fizeste bem em voltar e revoltar pois és presença quase obrigatória no Sidadania. O azul celeste as nuvens fazem parte de nós e na imagem do blog elas lá estão num dia maravilhoso no qual tirei as fotos.
Um beijo nas nuvens só é pena que hoje não tivesse nevado em Lisboa como eu desejava, para ser um dia perfeito.

R. Rudoisxis disse...

Fatyly
Com a tua presença agradável por cá,sinto-me sempre feliz. às vezes é preciso puxar um pouco a corda para ajudar, mas isso faz parte da vida.
Acabo por ser uma onda sinusoidal que ora está em cima ora em baixo, o segredo é inverter os ciclos negativos e juntá-los aos positivos e a vida continua. Beijo grande querida amiga.

R. Rudoisxis disse...

Meu cantinho
Não venha só de vez em quando. Gostamos de te ver por cá, e que vá falando aquilo que te agrada ou desagrada aqui. Obrigado pelos parabéns e recebe um beijo sincero de toda a equipe.

Brancamar disse...

Olá Raul,

Chego atrasada dois dias, mas acho que ainda a tempo para te dar parabéns e desejar-te uma vida longa e feliz.
Acreditando no Paulo és ainda um jovem, acreditando em ti estás mais próximo da minha idade, por isso ele tem razão, tenta-te e vive os teus dias com emoção e feliz. Desejo-te sobretudo muita saúde.
Beijinhos.
Branca

P.S. Logo volto para falar sobre o texto da Lídia.

R. Rudoisxis disse...

Branca mar
Nunca é tarde, pois todos os dias de nossas vidas são dia de aniversários, sómente somam dias, semanas ou meses. Devemos agradecer sempre a dádiva da vida por mais um dia.Volta sempre, sabes que te recebemos de braços abertos. Um xi coração e um beijo muito amigo

Biby disse...

Olá Raul!
Os meus parabens atrasados!
Tenho estado ausente pois apanhei uma gripe daquelas de 39º e só hoje me senti com forças para me sentar ao computador.
Beijinhos
BIBY

Brancamar disse...

Tal como prometi volto a este texto para dar também os parabéns à Lìdia. Às vezes o tempo é tão curto e o mar da nossa vida imenso... e ultimamente não tenho feito justiça à Lìdia na mdida em que a minha presença tem sido escassa, no entanto nunca esquecida.
Gostei de ler com mais tempo e profundidade a tua mensagem e devo dizer-te que a lealdade e a gratidão é das virtudes que mais aprecio e tu Lídia tem-las em abundância e o Raul merece pela sua vida sofrida, pelo que dá, pela obra que aqui ergueu e onde todos temos aprendido imenso.
E sempre voltaremos porque não é um lugar que se esqueça.
Parabéns aos dois.
Beijinhos.
Branca

Å®t Øf £övë disse...

Lídia,
São verdadeiramente fantásticas estas tuas palavras de encorajamento.
Bjo.