Partilhando...



Hoje é domingo. Para quem não consegue estar na cama e os vícios da rotina têm de ser cumpridos, como é o meu caso levantei-me cedo. Protegi o meu estômago com uma caneca de leite com café solúvel e uma quantidade substancial de bolachas Maria. Esta é a minha rotina criando uma base alimentar, que logo de seguida leva em cima uma dose bem forte de produtos químicos utilizados na terapia, que vão fazer o seu trabalho benéfico em controlarem o vírus, mas que ao mesmo tempo vão estragar certas funções e órgãos essenciais à vida e à qualidade da mesma, com a sua toxicidade.
O tempo passa devagar e a necessidade de um isqueiro, filtros e uma onça de tabaco de enrolar para não entrar em ruptura de stocks fez-me ir à rua. Necessitava também de um café bem forte para me libertar da letargia de que sou acometido todas as manhãs.
Eu enrolo os meus cigarros. Tudo começou por uma questão de economia, depois é giro as pessoas olharem para nós e verem a arte de enrolar um charro e fazerem hipotéticas conclusões que não falam mas pensam. Hoje não me dá prazer fumar um cigarro pré-fabricado. A pressão do tabaco dentro do canudo e filtros inadequados, desvirtuam a arte e o prazer de fumar.
Fui tomar o meu café. Enrolei o meu cigarro calmamente dentro do estabelecimento, peguei a chávena de café e vim para a rua saboreá-lo e fumar o meu cigarro. Estava um dia lindo primaveril com o sol brilhando e aquecendo não só os corpos mas também a alma.
As poucas pessoas que andavam na rua estavam alegres e a sorrir. Uma comentou o estado do tempo e beijou alegremente um conhecido, falando na praia e no verão que está para vir.
Parece a primavera da selva urbana em que as flores estão a desabrochar (acho ser a palavra certa para definir flores a abrir, nada de confusões) e parece haver música no ar.
Certamente, que ao colocar esta imagem no principio do texto, o tema não iria ser certamente contar como está o tempo e falar do meu fumo e de como eu faço os meus cigarros.
O Adesenhar é um puto que gosta de fazer desenhos (Nem sei a idade dele, mas situo-o nos trintas e…não sei porquê). Modifica os seus desenhos e dá-lhe voz. Ele me homenageou, fazendo esta imagem e dando-ma de presente. Nem ele sabe a necessidade de desenhos que retratem a SIDA e lhe dêem voz, que eu tenho.
Mas não é só a ele que eu quero agradecer. A Odele, que dia a dia me surpreende mais e me vai dando autenticas lições de vida e me ensinando sobre o mundo dos blogs e da escrita.
A Isabel, e as suas lições de como fazer o blog mais bonito e mais funcional.
Outros que de uma forma ou de outra têm acarinhado o blog e a mim pessoalmente, sem citar todos os nomes pois corro o risco de me esquecer de alguém.
A Vegana, que tão distante e tão próxima, continua a ser uma tatuagem no meu corpo, e que foi quem me empurrou para o mundo dos blogs, mantendo o “Sidadania" o seu traço, pois foi ela que o concebeu.
O Caloiro, agora ex-Caloiro e brevemente Posithivo, com os seus textos durante o primeiro ano de infecção.
Vocês com a vossa Solidariedade para com a causa, e para mim mesmo, fazem-me sentir feliz e agradecido. Não é o tempo e um dia lindo que me fazem sentir assim, embora possam contribuir para isso. A partilha é maravilhosa e contribui para cada um se sentir mais aliviado no fardo que carregamos em nossas vidas.
Apenas duas palavras gritadas para que todos possam ouvir MUITO OBRIGADO.

13 comentários:

Isabel-F. disse...

Olá Ru2x,

Boa tarde.

Adorei ler este teu texto ...

está lindo ... transmite doçura ...

a mim nada tens a agradecer ... gosto de partilhar o que sei ...

beijinhos e resto de um bom domingo


p.s.: rsss... gostei de chamares puto ao aDesenhar ... mas ele não tem 30 anos não .... sabes ... já aprendi muita coisa com ele ... tem-me dado optimos conselhos ... e tem-me acompanhado desde que eu tenho o meu Blog

Carlos Z O Junior disse...

Olá, RU2X.
Adicionei seu blog no rol dos meus favoritos. Estou ao seu dispor para contato.
Abraços.

Drika disse...

Oi Ru2x,
Cheguei aqui através do blog da Odele,voltarei mais vezes ,pq comecei a ler teu blog e quase não paro estou aqui já quase uma hora ,pra primeira visita é muito não é mesmo?
Eu tenho câncer de mama,mas no meu blog não escrevo muito sobre o assunto pq não tenho o dom de escrever bem me emociono muito e tenho medo de passar informação negativa,mas como vc faz acho o máximo,informação positiva em todos os sentidos.
Fique bem!

Biby disse...

Olá!
Gostei do "novo" aspecto do blog! Está mais colorido e achei a imagem muito bem concebida!Tal como já disse uma vez acho que fazia aqui falta uma musiquinha de fundo ou um video!!!
Os blogs são uma importante ferramente no mundo actual, permitem que se partilhe ideias, se decubra pessoas com os mesmos interessses, os blogs dão voz aos que se sentem amordaçados!
Mais uma vez parabens!

Fatyly disse...

Não te perdoo porque faltou um parágrafo muito importante:

E o que nós (eu) aprendi aqui num simples acto de ler? O que vi e senti além da barricada? e vou gritar "bué" da alto:)

MUITOOOOOOOOO OBRIGADOOOOOOOOOOO POR TUDOOOOOOOO E NÃOOOOOOO DESISTASSSS(ÃO)

Não sei se ouviste:)

Um grande abraço e vamos em frente que atrás vem gente:)

Laurentina disse...

EU VIM DE LONGE ...
DE MUITO LONGE...
O QUE EU ANDEI PRA QUI CHEGAR...
EU VOU PRA LONGE
PRA MUITO LONGE...
ONDE NOS VAMOS ENCONTRAR...
COM O QUE TEMOS PRA NOS DAR...

.......
FOI UM SONHO MAU QUE JA PASSOU...
UMA FLOR VERMELHA NOUTRA MÃO...
Hoje apetece-me cantar gaita não posso?!

Olha a granda porrA HEIN??
!!!Escuta lá "MAPUTINO" não te agradou o premio que te dei?!
Só o tenneger!!?? (ehehehehehe)do Zé é que merece elogiação???
vou-te gozar Zé tirité,que nem uma preta ahahahahah 30 anitos eheheheheh, o que eu te vou gozar!!!


beijão grande

Anónimo disse...

Olá Ru2x,
Foste o meu elo de ligação à vida desde os primeiros tempos de infecção. Em ti deposito a esperança e a confiança para prosseguir a vida enfrentando altos e baixos. És um grande ser humano, pelo que nada tens a agradecer, a quem te está, para sempre, agradecido.
Um abraço do tamanho do mundo, e do nosso sofrimento,

Ex-Caloiro (Posithivo)

Odele Souza disse...

Ru2x,
Seu texto está tão bonito. Suas palavras nos passam emoção, afeto, carinho, gratidão, amizade, esta que é também uma forma de amor. São esses sentimentos que fazem a vida valer a pena. E esses sentimentos podemos sentí-los por pessoas que nunca vimos, como é o caso por exemplo, das pessoas aqui citados: Eu, Isabel, Adesenhar, Fatyly, Vergana, o Nuno. VOCÊ. E de quantas mais pessoas gostamos nesta Blogosfera? Muitas mais, tantas que não daria para citar aqui, sob o risco de esquecermos alguém.

A partilha a que você se refere neste texto faz parte destes sentimentos que sentimos uns pelos outros neste mundo virtual,em que muitas vezes sentimos vontade de entrar pelo tela do computador, atravessar espaços e nos fazer fisicamente presentes a essas pessoas que de tão queridas já fazem parte de nosso dia a dia, porque além de tudo passamos a dividir com elas nossas tristezas,nossas conquistas, nossas alegrias. Somos nós, eu, você, e todos quantos nos lêem e carinhosamente acompanham nossa luta, nossa labuta, nosso grito de dor, nosso pedido de socorro por amor.

Continue daí, que daqui vou continuar e que nessa troca entre você, eu, e todos com os quais interagimos, possamos a cada dia crescermos um pouco mais, amarmos um pouco mais. Partilhando.

Um beijo.

Laurentina disse...

Puxa vida custou mas foi...
claro que tu não és Maputino ...mas fizeste essa pergunta e eu adoro mexer com os neuronios do pessoal... aproveitei dei-te a resposta chamando-te o que querias saber!!!
Valeu ou não?? comigo apesar de cocha é sempre a abrir...ahahahahahah

fica bem

beijão grande

aDesenhar disse...

Ru2x
O teu texto está excelente.
Desde o pormenor do enrolar dos cigarros, à saída para o exterior, para saboreares o café, fumares o teu cigarro ao ar livre, captando o que por vezes nos escapa, graças à rotina imposta,
e imaginares um ambiente primaveril!...
consegues assim extrair pequenos mas significantes pormenores a uma selva urbana, insensível e fria, que já nem sabe nem quer ouvir a música no ar...

É verdade, sou um puto que gosta de fazer desenhos. Não sabes a minha idade, mas também não interessa, porque se achas que ando nos trintas e ... seja
e agradeço que me imagines assim porque não é caso único.
Não dou muita importância à idade Cronológica ou calendária, mas dou mais importância e essa sim é que conta para mim, a idade Biológica. tens razão ao dizeres que ando nos trintas, se bem que, por vezes, tenho a sensação de andar nos vintes!
Não foi por acaso, que num 1º almoço de confraternização com os meus companheiros da tropa, quando nos preparava-mos para tirar a foto
de conjunto para mais tarde recordar, que algumas senhoras me disseram para sair do grupo, porque era para eles e não para os filhos!
Espanto geral, gargalhadas, alguns piropos à mistura e engano desfeito, lá me mantive e sorri para a foto, qual puto de 20 anos, babado.
:-)
É assim mesmo a blogosfera, como diz a Odele e bem, uma constante " partilha...".
E como não há fronteiras reais, também as virtuais se desfazem em solidariedade e troca de experiências.

Obrigado eu
pela partilha
e pelo conhecimento adquirido.
abraço

Anónimo disse...

Já agora tambem deixo aqui o meu comentario.
Parabens pela dinamica nova criada no blog. Dá para ver os frutos nos comentarios. (um post colocado num domingo e no proprio dia 10 comentarios)
A mim cabe-me agradecer alguns textos os quais li.
Agradeço muito mesmo muito estas letras e desejo que predurem por muito tempo.
Parabens

Isabel-F. disse...

passei para te desejar uma boa semana


bjs

Vegana disse...

Nesta coisa das emoções sou parca nas palavras. Adoro-te Ruru!

E estou a ficar intoxicada com o fumo do blog cof cof

I.C.C. - Não deixes de mudar o blog por causa de uma tatoo.Ela existirá, independentemente da estética do blog e a ideia foi, apenas, criá-lo para que ganhasse vida própria através das tuas palavras e ideias.E está fantástico.
Parabéns Ruru!