Principes e Princesas por um dia



Um milhão de dólares. Um milhão de dólares para 300 pessoas carenciadas, muitas delas sem casa e em grandes dificuldades. Esta quantia foi dispendida por um milionário americano que afirma que as pessoas com recursos devem olhar para o seu próximo e ajudá-lo.
Um gesto magnífico mas que de certa forma me chocou, não pela dádiva em si mas pelo modo como esse dinheiro foi gasto.
Alugou um hotel de luxo com vista para o Capitólio onde amanhã Barack Obama toma posse como o 44º presidente dos Estados Unidos. Providenciaram-se vestidos e trajes de gala, serviços de manicura, pedicura e toda uma equipa de profissionais de beleza para que nenhum pormenor seja deixado ao acaso.
É certo que cada um gasta o seu dinheiro da maneira que quer e quem sou eu para me atrever a censurar a atitude deste milionário?
É também certo que as pessoas estavam felicíssimas e uma delas dizia: Vou ser princesa por um dia, sou a pessoa mais feliz do mundo. Outra dizia que planeava ficar em casa e ver a cerimónia pela televisão mas que graças a este homem vai poder assistir ao vivo. Todos os contemplados se encontram felizes e as televisões de todo o mundo deram cobertura a este caso.
É um pouco a história da Gata Borralheira dos tempos modernos. Acabado o baile da tomada de posse quando baterem as doze badaladas, o hotel de luxo transformar-se-á em casebre e as roupas ricas serão substituídas por roupas simples. Todos os manjares desaparecerão, o pão com manteiga voltará a cair da mesa com a parte barrada para a terra.
Se a atitude das pessoas ricas se transformar e ajudarem os mais pobres, se o governo de Obama se preocupar com os cidadãos mais desfavorecidos, poderá ser que assistamos a uma mudança num mundo cheio de injustiças.
Mais vale ser Rainha por um dia do que duquesa toda a vida disse uma das nossas antepassadas. Ela foi rainha pela vida e quem sabe se o sonho agora dado a estes americanos pobres os incentive a lutar para virem a ser milionários um dia.
O choque que senti inicialmente devido à fome e à pobreza que existe no mundo é atenuado com a felicidade estampada nos rostos das pessoas que lá vão estar. Mas esta imagem de glamour logo desaparecerá e será substituída pelas imagens reais de crianças procurando alimento em lixeiras, mostrando os ossos com uma pele a cobri-los cheia de chagas onde as moscas proliferam.
Por um dia o anti-americanismo desaparecerá, e todo o mundo vai estar concentrado no pequeno ecrã. A esperança de mudança terá o seu ponto alto, mas a terra continuará a rodar sobre o seu eixo, o sol a nascer todos os dias e a aquecer igualmente ricos e pobres. O ar continuará a ser respirado por todos os seres humanos de forma igual.
A fome, a miséria, a doença e as guerras continuarão o seu curso lado a lado com o esplendor da riqueza, da fartura de bens materiais. Alimentos a serem deitados para o lixo esquecendo-se aqueles que ao fim do dia não tiveram uma refeição condigna e vão descansar no seu catre com os estômagos vazios.
Este é o mundo em que vivemos e é a imagem de cada um de nós que teimamos em não acordar para a realidade, tantas e tantas vezes tão próxima de nós.


12 comentários:

Fatyly disse...

Também ouvi a notícia e a alegria estampada nos rostos de quem foi contemplado.
Ainda andei à procura da noticia sobre este milionário mas não encontrei e o que li é que além de ser preto tem feito um trabalho notável em prol dos desfavorecidos americanos e ontem, ironicamente Luter King se fosse vivo faria 80 anos e sendo feriado nos EUA é o dia do "voluntariado" onde houve 10.000 iniciativas em prol de... e algumas delas custeadas igualmente pelo mesmo milionário. Verdade ou mentira não sei, mas acredito que tem feito alguma coisa e esta uma excentricidade a "favor de humanos", para mim mais valiosa do que outras "excentricidades de milionários de todo o mundo" como compra de palácios, peças de leilões que só servem para criarem pó, concertos destinados a alvos complicadíssimos e que os midea se encarregam de não dar continuidade à noticia: o que fizeram, a quem entregaram, como tem decorrido o trabalho. Pelo contrário mostram apenas o bhummm e mais nada.
Lembras-te da célebre "Pirâmide" feita em Portugal? se puderes dizer-me para onde foram as dádivas e os milhões arrecadados, agradecia.

A solidariedade deve começar no nosso país. SE estivermos bem, então sim partir na ajuda de outros povos. Actualmente estamos bem mal e o povo deveria unir-se mais, os ricos deveriam investir e repartir mais e não esperarmos apenas pelas ajudas do Governo, que o actual já fundeou a sua náu catrineta e desfraldou as velas da propaganda eleitoral.

Desculpa a minha opinião. Compreendo tudo o que escreveste, mas lamento que as noticias sejam sucintas e nada mais digam, porque se este homem fez o que fez nesta dia tão especial (também me sinto um pouco americana-esperançada) com toda a certeza que tem feito muito mais pelos pobre do seu país, localidade, estado. Poderá não permitir ser foco de "notoriedade" o que respeito.

Aqui onde moro vejo menos ou quase nada "comida e roupa aproveitável" nos contentores e os restaurantes e cafés já têm os seus clientes habituais de manhã, ao almoço e ao jantar, o que para mim é DE LOUVAR.

Desculpa a extensão porque como sempre não sei ser sucinta.

Uma beijoca Raul nesse teu coração fazedor de sonhos e lutas por um mundo mais justo e humano.

Biby disse...

Ola´Raul! Estou de volta após uma semana de "molho" com uma gripe XXL.
Tambem ouvi essa noticia e igualmente fiquei espantada.
Nos ultimos dias nem me apetece ver o telejornal pois só se fala da crise mundial e assusta-me imenso o ciclo de desemprego-pobreza-criminalidade- e outras coisas tais.
Que mundo é este em que vivemos?
Beijinhos da nova colaboradora que já está apta para o serviço.
BIBY

Nela disse...

O "É só mais um bocadinho!" atribuiu o prémio de "serviço público" ao Sidadania.

Obrigada, Ru2x

Odele Souza disse...

Cada um tem a sua opinião e devemos respeitar o que cada um pensa e diz.Sabemos disso. Já eu penso que o dinheiro gasto por esse milionário nesses "mimos" aí, daria para alimentar muita gente por um bom e longo tempo.
Ele já ajuda os menos favorecidos? Com esse dinheiro que gastou com esses "mimos"poderia ajudar muito mais pessoas.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Raul
O meu comentário vai no sentido do da Odele.
Efectivamente não consigo sintonizar-me com esta excentricidade nem ver nela uma generosidade por aqui e além.
Às pessoas contempladas é-lhes dado a provar um néctar que não poderão continuar a consumir e elas sentirão mais amargamente as suas dificuldades e as injustiças dum mundo que joga com elas a seu bel-prazer.
Acho que esse senhor milionário faria bem melhor se anonimamente desse o seu dinheiro para combater doenças e mitigar a fome aos mil milhões de pobres que bem precisam.


Abraço

Paulo - Intemporal disse...

Viva Raul

Li e reli este texto, assim como, os comentários.

Concordo com a Fatyly e entendo o que ela pretende dizer.

Concordo também com a opinião generalizada dos restantes comentadores e em minha sucinta opinião acho que vale mais o pouco que é muito do que no nada que é zero.

Lamento o protagonismo neste tipo de iniciativas, raras, no entanto.

Acho que um acto destes devia ser anónimo e ficar apenas para elevação pessoal de quem o pratica.

Porque a partir do momento em que se é, não será necessário parecer e muito menos mostrar que se é.

Com o tempo se sente. Com o tempo se comprova.

Independentemente do conteúdo gostei muito da forma como elaboraste este texto, assim como, das ilustrações.

Deixo a toda a equipe um abraço amigo.

alex disse...

raúl
Não entendo atitudes destas ,o dinheiro gasto num dia,p/fazer dos mais desfavorecidos"cinderelas" que hà meia noite se transformam novamente em "gatas borralheiras" é chocante.C/ um milhão de dólares ele poderia mudar a vida destas pessoas para sempre.Criar postos de trabalho ,investir na educação,saúde ,habitação.Ajudar seres humanos a viver c/ respeito e dignamente.É sempre melhor ensinar a pescar do que oferecer um peixe.Mas como tu dizes cada um gasta o seu dinheiro como bem entende e quem sou eu p/ censurar a atitude de um milionário excentrico.
Todos os dias tiro um tijolo da parede c/ a tua ajuda
amigo um beijo

sideny disse...

Raul
eu acho que o senhor fez bem em oferecer,um dia de sonho aquelas pessoas, o dinheiro é dele.
Mas com o dinheiro que gastou podia ajudar de outra forma, e por muito mais tempo.
Oh sera que ele tinha esse sonho de por essas pessoas nesse dia como (cinderelas),talvez tenha sido isso mesmo.
valeu a intenção.
beijocas

meu cantinho disse...

Olá Raul ,eu concordo com os comentarios em cima,no entanto a que ver que foi na AMERICA eles vivem de maneira diferente da nossa.No entanto essa quantia exorbitante deveria ser gasta em abrigos ,para as pessoas sem abrigo ,casa de acolhimento etc etc .
Ser princesas ou principes por unas horas ,penso que nada tem haver ,mas pronto

beijo

mariam disse...

Raul,

este texto tem tanto mas tanto "que se lhe diga"

esse milionário, nada mais fez que não façam todos-os-dias n televisões por esse mundo fora, incluso Portugal, quando fazem programas em que a troco de alguns €€€, n pessoas, por umas horas são vedetas e mostram caras felizes, outras há ainda que colocam a nu a sua privacidade,,,
lembrei-me também do carnaval do Rio e d'outros lugares, onde por 2/3 dias se esquece a barriga cheia de misérias por umas horas de loucura colectiva,,, esse milionário fez uma bem camuflada "operação de Marketing" para se auto-promover socialmente, foi o que foi... usou a miséria humana... ,,, se calhar estou a ser má, dada a tal "cara de felicidade" que referiu ver nos "ajudados" ... mas foi o que num primeiro impulso pensei... não havia visto essa notícia anteriormente...

abraços e o meu sorriso :)
(espero que esteja bem...)

mariam

M. disse...

Eu cheguei depois da meia noite. Uma confusão total, os príncipes e as princesas maltrapilhos rastejavm no meio do papel e das fitas multicolores procurando restos que tenham sobrado para saciar a fome. Alguns faziam contas à vida, pensando como o dinheiro que gastaram na toilete daria para duas ou três prestações da casa que estavam prestes a perder..
Nem vi o Obama, mas ouvi dizer que correu bem e foi tudo muito bonito até se apagarem as luzes dos candelabros da ilusão. Depois foram chorar para o canto dos camarins e borraram a pintura toda. E por fim regressaram todos a suspirar para o palco da VIDA.

Isabel-F. disse...

Esta notícia também me chocou ...

felizes por um dia ...

acredita que me senti enojada ...

bjs para ti Raul e espero que estejas bem