Até breve amigos



Sinto-me como que na pele de um emigrante sem documentos, que para melhorar a sua vida entra num barco apinhado com tantos outros que vão atravessar um oceano na esperança de encontrarem a qualidade de vida que desejam do outro lado do oceano. A travessia é longa e perigosa e tantas, tantas vezes, essa procura resulta na morte mas nada os demove dessa viagem que lhes pode dar uma vida melhor.
Estou dentro do barco e a viagem vai começar ou já começou. Na confusão de sentires e na barafunda e medos que ocupam a minha mente neste momento quero lembrar os meus amigos que por aqui passaram e continuam a passar.

Lembro a Vegana que abriu o blogue para mim porque achava que eu devia escrever e ter o meu cantinho. Lembro a chegada de um tímido caloiro que timidamente começou a escrever aqui os seus sentires e que se transformou no Paulo. A Lídia com os seus textos profundos e os bons debates que aqui proporcionou e continuará a proporcionar e se transformou numa amiga muito querida e muito chegada, ao ponto de muitos pensarem que somos a mesma pessoa o que acontece igualmente com o Paulo. Mais recentemente a M. que com a sua sensibilidade, tal vulcão em erupção de um momento para o outro se transformou em parte das nossas vidas. Lembro aqueles que com a sua presença diária fizeram o “Sidadania” crescer e ter centenas de visitas diárias e são pessoas a quem quero muito.

Vou deixar de escrever durante uns tempos, pois vou embarcar nesta viagem à procura de uma qualidade de vida que me satisfaça e me faça sentir bem de novo.
Não sei o tempo que estarei sem escrever, mas os blogues estão bem entregues nas mãos do Paulo, da Lídia e da M. bem como de outros que queiram juntar-se ao grupo. Haverá sempre textos interessantes, que só mais tarde irei ler e deliciar-me com eles.
O Paulo fará o diário de bordo, da minha viagem e logo que esteja em porto seguro e tenha a minha vida normalizada darei notícias.
Levo-os a todos no coração e no momento em que este parar e as máquinas começarem a fazer o seu trabalho estarei pensando em vocês.
Os motores roncam a terra deixou de se avistar e a minha vida está presa às máquinas e à perícia daqueles que me conduzem nesta travessia oceânica. Vem a noite, e a tormenta e quando o dia nascer de novo, ouvirei na confusão da minha mente e do desgaste provocado pela tormenta os bip… bip das máquinas que me asseguram que o pior da tempestade já passou e que em breve estarei em porto seguro e começarei uma nova vida que espero seja melhor em qualidade do que a actual.

Depois de tudo normalizado aqui estarei de novo, desfrutando da vossa amizade.
Até ao próximo post companheiros, num amanhã que espero não demore a chegar.

18 comentários:

M. disse...

Não esqueças o que disse no outro lado.. dou-te uma semana ou sentirás na pele um vulcão em erupção.

e deves-me uma coisa :ppp

E..Raul, também vou estar contigo, tu sabes.E esse grande coração estará em boas mãos.

beijo.

Beto disse...

Raúl

Desejo que tudo corra pelo melhor.
Poderás contar sempre com este teu amigo.
Boa Sorte.
Abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

Raul
Vai, meu querido amigo, nessa viagem que, espero, seja bem curta e da qual virás com forças redobradas. Durante a tua ausência, que espero seja brevissíma porque ninguém faz textos com o teu carisma e isto sem ti não tem graça nenhuma, nós iremos assegurando os textos dando continuidade ao teu projecto e produzindo um entretenimento de leituras para a tua convalescença.
Estarei sempre a acompanhar-te e, claro, fico à espera do tal almoço ou jantar com o nosso Paulo.
Beijos

Paulo disse...

Raulito

Que tudo te corra pelo melhor!

Estaremos sempre contigo para te dar toda a força que necessites!

Agora mais do que nunca, seremos apenas um, para te apoiar.

Tomaremos conta dos blogues, podes ficar totalmente descansado.

Um abraço amigo do tamanho da solidariedade e amizade com que nos presenteias sempre, todos os dias.

Volta rápido, tá!

:)

Abração!

sideny disse...

raul
Volta rapido,fazes-nos falta.
olha não te acostumes la no hotel,ouvi dizer que a comida não presta.:))

Ca estaremos a tua espera,que não vai ser longa,a tua ausencia.
beijocas.
vai calmo e confiante! vens novo vais ver.

Maria Dias disse...

Querido Raul..

Só agora li teu relato(antes li a poesia do Paulo dedicado a ti e por lá deixei um recado).Sim tu és uma pessoa de fé e forte e com certeza sabes que as tormentas irão passar...Segura o leme bem forte e vá...Estamos aqui esperando seu pronto restabelecimento.Eu fico aqui junto aos outros mas meus pensamentos vão com você!

Forte abraço

Maria

Coragem disse...

Raul, espero sinceramente, que essa viagem seja feita com a maior tranquilidade, na mala leve muitos sonhos, vontade e muita esperança.
Na volta, que traga consigo, tudo o que desejou alcançar...

Um beijo sincero

Odele Souza disse...

Raul,

A gente se vê na tua volta.

Força, coragem, ânimo!

Um abraço.

Isabel-F. disse...

Olá Raul,

Desejo que tudo corra bem...

que os teus objectivos sejam atingidos nessa viagem que agora inicias ...

vou aguardar o teu regresso e sentir saudades tuas ... pois vais fazer falta ...

até breve ...

força, coragem e fé.

beijinhos com carinho e amizade

Hermínia Nadais disse...

Estou contigo na escuta dos bip(s) das máquinas que te vão dar vida melhor, esperando o teu novo post a vibrar ainda com mais vida.
Beijos a todo o maravilhoso grupo que tão bem se entreajuda

Fatyly disse...

Esse barco tem várias cordas e as respectivas âncoras, que todos que te visitam aqui prenderam-nas às suas ilhas com coragem ânimo e muita força.
Se julgas que algum de nós irá pôr a corda ao sabor da maré, enganas-te e estás seguro numa "malha verdadeira de amizade e solidariedade" e quando voltares verás que a viagem foi mais fácil do que pensavas.
Os timoneiros farão o seu trabalho e eu/nós remaremos como temos remado.
Força meu amigo e tudo irá correr pelo melhor.
Uma beijoca

M.A. disse...

Força Pai...
Tudo vai correr bem, pensa nisto como mais um obstáculo da vida mas que consegues contornar como tantos outros que já contornaste e para um objectivo! Uma melhor qualidade de vida junto da tua familia e amigos.
Beijos para ti pai, e Obrigado a todos pelo apoio que prestam ao meu "velhote".

mariam disse...

Raul, visito esta sua casa ainda à pouco tempo, mas já conheço um pouquinho da sua alma, pelas palavras/mensagens que aqui partilha generosamente...
que a viagem seja calma, breve e frutuosa... cá o espero.

que tudo corra bem.

até já.

um grande sorriso :)

mariam

ManDrag disse...

Salve! Raul
É a primeira vez que a ti me dirijo e o faço em oração: pedindo que a Mão do Senhor dos Dois Mundos te guie nesse Vale de Vazio e que A Sua Luz te ilumine o caminho de regresso até nós.
Nesta margem te esperamos!
Salutas!

Biby disse...

"Boa viagem" e volta depressa!
Um beijinho cheio de força
BIBY

Paulo disse...

Obrigado a todos pela Vossa visita e pela solidariedade com que nos presenteiam.

Um abraço enorme para todos.

lisse disse...

Venho pedir desculpa pela minha aparente ausência.
Nem sempre se consegue comentar... e eu lido mal com as minhas emoções.
O que tu tens em força, Raul, temos muitos de nós em fraqueza...
Mas sempre estou por cá e atenta.

O meu mais forte abraço

f@ disse...

Olá Raúl,
Estive um tempo sem vos visitar... já voltas-te de viagem e agora é só desfazer as malas e cuidar de tudo direitinho.
Beijinho infinito e rápidas melhoras.