Feliz Natal ou não?

Feliz natal e próspero ano novo a todos. Fica bem escrevê-lo no blog dos sidosos e amigos que nos lêem, no entanto só o fiz porque alguém muito querido, num comentário á sua maneira irreverente pareceu gritar, depois de me ter enviado pipas de emails com os votos da época ,aos quais não respondi, primeiro por serem impessoais e depois porque sou bicho raro e detesto o Natal ou melhor a época natalícia, e tudo o que a envolve. No entanto cá em casa, quem me visitar vê, árvore de natal um pai natal subindo uma escada na varanda e montes de embrulhos com prendas para logo á noite abrir. Amanhã os caixotes de lixo estarão a transbordar com restos de papel de embrulho lindíssimos e as caixas das embalagens dos presentes bem como alguns brinquedos já partidos, filhoses, restos de bacalhau, bolos e outros alimentos que não se podem conservar, por não haver espaço dentro dos frigorificos caseiros.
Governos, políticos e outros distintos cidadãos até convidam criancinhas e sem abrigo para terem uma refeição com os (distintos por um dia), excluídos da sociedade.
Hipocrisia, cinismo e o quererem mostrar o quão bonzinhos são em parada. É o desfile anual de paz , amor e caridade para amanhã depois de terem mostrado todas as suas virtudes, iniciarem uma nova época do vale tudo para foderem o próximo, até á próxima época natalícia em que novamente se lembram de ser bonzinhos caridosos e etc.
Quem está na miséria e em sofrimento assim continuará sem que ninguém se importe ou estenda uma mão para ajudar. A fome continua a ser um problema global e não pensem que mesmo nos países prósperos e civilizados ela não existe.
Espero que este texto não vos choque, mas tenho o direito de detestar o natal, e acho que resumidamente dei a razão do porquê dessa atitude. Estaria horas a falar ou a escrever citando razões e mais razões mas seria fastidioso para vocês fazê-lo.
Termino enviando para aqueles que genuinamente acreditam no espirito natalício os votos sinceros que esse espírito se prolongue durante os próximos 365 dias e que se renove todos os anos que vivam e que sejam muitos.
São os votos de um sidoso que detesta o natal tal como nos é apresentado e vivido actualmente.

5 comentários:

Vegana disse...

Meu Ruru, se tivesses visto a cara da Veganinha,ao ver as prendinhas, feliz mas sem estar histérica ou demasiado ansiosa; se tivesses visto o puzzle de 250 peças que ela fez, toda contente e se tivesses sabido que ontem à noite deixei a carteira em cima do capot do meu carro e que hoje ao meio dia e tal um vizinho me ligou a avisar do facto, cheguei lá e tinha a carteira intacta, acreditarias no Pai Natal carago!
Eu própria sempre odiei o Natal mas este ano, tenho que assumir, tive uma consoada muito agradável. E tanto eu, como a restante família mais próxima(pai e irmãos) a isso devemos à Veganinha porque nos outros anos iamos para Lisboa ou Figueira da Foz aturar as histéricas da minha tia e prima, que só aguentavam o Natal com doses massivas de xanax misturado com alcool e, mesmo assim, conseguiam espalhar stress em toda a gente presente e foder o Natal a todos.
Mas, por causa do preconceito do HIV que essas duas senhoras sempre tiveram, do facto de a minha filha nunca ter visto a filha da minha prima e porque não quis que a minha filha convivesse com semelhantes personagens, resolvi enviar um email a essa parte da família a cortar relações e, este ano tivemos todos uma calma, serena e feliz consoada, sem correrias desenfreadas, viagens cansativas e sem assistir as constantes discussões das tais duas figuras, entre si e com os outros. Lamento a ausência do meu primo, de quem tanto gosto e da minha avó que amo, mas permanecerão sempre no meu coração :))))
Obrigada Veganinha por este Natal e obrigada Ruru por continuares meu amigo, não obstante eu ser uma amiga muiiiiiito ausente e por todo o apoio que, mesmo em silêncio,sempre me deste.
Não precisamos de nos falar para sabermos que contamos um com o outro :))))))))))))))))))))
Beijos da Vegana Lamechas

Ru2x disse...

Tenho uma lágrima no canto do olho...
Aqui a Veganinha,foi personificada pelo Rafita a 3 dias de completar o primeiro aninho de vida.
As tuas tias, aqui personificadas por uns cunhados e acessórios familiares também não estiveram presentes e consequentemente as disputas por quem dava um presente mais valioso não existiram.
O teu pai aqui foi representado por uma velhinha de 86 anos, que me deu á luz e que eu amo muito, o outro progenitor já não está entre nós, o ue acontece contigo também, mas como somos de sexos diferentes também nos que partiram isso acontece.
O HIV da veganinha aqui estava comigo,e não foi falado ou lmbrado sequer durante a reunião familiar.
O ambiente estava perfeito e com o decorrer da noite vieram crianças acompanhadas dos mais velhos receber os presentes que cá tinham e dar mais alegria á festa.
O Pai natal não apareceu mas sabemos a razão através do video que te enviei do lobo mau e dos três porquinhos. (Se ainda o não viste e não o mostraste á Veganinha torço-te o pescoço).
Um beijo grande à guerreira lamechas.
Ahh a cena da carteira...ás 3 da manhã já me tinha deitado há um bocado a minha sobrinha foi-me acordar a chorar que o marido que estava de turno e tinha levado as chaves do carro e da casa e que já tinha tentado taxis mas não havia.
Enfim tivemos uma noite parecida,mas feliz.
Adoro-vos gajas do norte :)

Vegana disse...

:)))))))))))))))))))))))))))
Kal video?Nao recebi nada....

alkapone disse...

ou eu este ano tb acredito do pai natal mesmo do natal consegui fazer negocio com minha casa e assim comprar outra mas somente de 1 familia e tb comecar outra vez a minha companhia de transportes , mas em contrapartida hoje deveria de ir ver o medico"a ver se ele ta de boa saude"mas o sistema informatico deles deu conflito com meu caso pois assim de repente fiquei com 2 seguros e isso nao pode ser , algo que umas horitas do internet e do telefone nao resolva

Anónimo disse...

Boas festas, são os nossos votos a todos aqueles que visitam este blog. Este Natal para nós foi um Natal mais rico e feliz. Mais não podiamos querer, a presença do simãozinho encheu esta familia de alegria e felicidade.
Que 2007 seja um ano próspero e mais feliz para todos nós.
ben/aster