HCV Testemunho de um infectado

Amigo com HCV (Hepatite C)
Vou-te falar resumidamente da minha saga.As coisas às vezes não são o que parecem! Quando confirmei ter hcv, há um ano, corri a recolher toda a informação existente sobre a doença, pensei só ter aí mais 10 anos de vida no máximo, durante um mês chorei diariamente,mas o pior estava para vir. Chegou o resultado da biopsia, resultado nada animador, as coisas estavam ainda mais feias, o estado da amostra, genótipo e carga viral, todos apontavam para um quadro ainda mais negro, só tinha entre 40 a 50% de hipóteses de eliminar o bicho que me roía o fígado, e mesmo que o conseguisse eliminar, não tinha garantia que o mesmo não se continuasse a deteriorar mas mais lentamente, resultando cirrose, cancro e consequente falência hepática.Foi uma bomba que caiu em minha casa, escondi da minha mãe e familiares, queria poupá-los. Comecei a arrumar as coisas, fazia planos e contas para estes anos.Consultei sites, inscrevi-me em grupos de apoio, queria saber e conhecer cada vez mais, era uma maneira de me ajudar, dava ânimo aos outros nos grupos e eu estava de rastos. Conheci gente na mesma situação, trocámos experiências e informações. No terceiro mês, vem uma notícia trazida por um anjo de Deus! Estava negativo após 15 semanas, estava a dar cabo do vírus,os meus valores de fígado estavam a recuperar, tirando uma ligeira anemia própria do tratamento e outras mazelas. As probabilidades de sustentação da doença, aumentam para 90%.De entre variadas pessoas que conheci, casos curiosos e outros sem deixarem de ser tristes. Um caso de alguém que há 15 anos lhe deram 6 meses de vida!Já passaram 15 anos e ele leva uma vida muito razoável! Conseguiu suster a doença.Outro, após ser dado como curado e muito feliz da vida, sem saber ter desenvolvido um tumor no fígado, consequência dos danos provocados pelo vírus, morre passado um ano.Por isso! Cada caso é um caso! As coisas às vezes não são o que parecem!Ao longo deste tempo, recolhi muita informação sobre artimanhas,alimentação, cuidados etc, tudo coisas que ajudam a combater os efeitos colaterais do tratamento, que reforçam o nosso sistema imunitário, que repõem um pouco a falta de energia etc. Um doente informado é melhor tratado. Os médicos, limitam-se na maioria, a seguir o protocolo de tratamento. Por isso não te poupes, consulta e lê tudo o que puderes, um doente informado tem sempre vantagem.Acabei o tratamento, continuo negativo, agora vamos aguardar durante 2 anos para confirmação, contudo as probabilidades de cura, são realmente muito animadoras. Valeu a pena!Vive um dia de cada vez
Participação enviada por: Melão

1 comentário:

spliftail da n'Gunzas disse...

yow melow. foi bom ler o teu testemunho. em breve estará o meu. Um Abraço Bro