Férias: 1º "round"



Dia de Santo [De]voto. Um break nas férias de sonho, já com três dias de estrada e com tanto para contar.

Contudo, já estava programado antes do milagre férias ter acontecido um congresso Internacional em Lisboa ontem e hoje o cumprimento do dever cívico de votar, para não engrossar a lista da abstenção que adivinho ganhará as europeias por larga maioria.
Gosto de votar assim como gosto de preencher o euro-milhões. Talvez seja o fascínio das cruzes na esperança de encontrar a chave certa para a resolução dos nossos problemas. Não sei o que é mais difícil: encontrar governantes que resolvam os problemas do país ou acertar em cheio na chave dos milhões.

Saído de Aveiro, planeei dormir a primeira noite nos parques circundantes de Fátima e aproveitar as serras de Aire e Candeeiros para no dia seguinte passar por uma amiga que vive na zona, tendo-lhe dito que ia aparecer bem cedo à hora do pequeno-almoço e aproveitar o dia ao máximo.

Nove horas da manhã de sexta-feira. Encontrava-me perto do local de encontro, ansioso por converter uma amiga virtual em real. Nove e meia. Entro na caravana, o GPS com destino programado, virar à esquerda na primeira, rotunda a cem metros, na segunda saída… Duzentos metros para o seu destino. As imagens do Google earth tornavam o local familiar: é aqui… Uma buzinadela anunciando a minha chegada, uma porta a abrir-se e fui recebido de braços abertos, o primeiro abraço e apenas uma palavra: Existes.

Entrámos. Na cozinha encontrava-se um moço atarefado vestido de “Chief”. Fomos apresentados e foi-me pedido que escolhesse a ementa do almoço. O dia fora reservado para conversar comigo pelo que contratara um cozinheiro especializado canadiano para confeccionar o almoço. Pedi bacalhau assado, batata e salada, frisei comida saudável sem molho e gordura. Para sobremesa, algo doce à sua escolha, era livre de desenvolver a sua criatividade. O dia passou a correr, o almoço estava maravilhoso e a criatividade do cozinheiro superou as minhas expectativas. A hora da despedida chegou e de novo o rumo para a estrada. Ficou a promessa de voltar antes do final das férias. Se as coisas continuarem a correr da mesma forma acabarão por se eternizar.

Com a casa de férias estacionada por baixo da varanda, tratei de me apetrechar com alguns acessórios como os potentes binóculos para me transportar aos horizontes avistados das montanhas e a máquina fotográfica profissional para captar momentos mágicos.




Irei dando noticias dos momentos mais pitorescos desta minha volta a Portugal, agora rumo ao Sul para uma pescaria combinada em Tavira antes de começar a subir de novo para norte, pelo interior.
Sem rumo ou destino marcados, sem horários estabelecidos é a sensação de liberdade total.
Até ao próximo break!


26 comentários:

M. disse...

Sim, existes.

E fico calada ainda tal como vim calada até ao Sul, regresso-te aqui quando as emoções assentarem no caminho de volta, onde te espero.. no segundo "round".

Beijo.

e obrigada por existires.

Ana Martins disse...

A amizade é encantadora e torna as pessoas doces e felizes!

Continuação de boas férias.

Beijinhos,
Ana Martins

Brancamar disse...

É sempre gratificante conhecer um amigo virtual, transformá-lo em real. Quando já o conhecemos bem, a amizade não muda substancialmente, vai crescendo como até aí, mas o abraço, o estar ollhos nos olhos torna tudo mais vivo, mais palpável e a felicidade do encontro é sempre imensa. Já tive algumas dessas experiências e sempre adorei.
Fico contente por ver que passas por dias felizes.
Desejo-te uma boa e gratificante volta a Portugal.
Se passares pelo Porto e quiseres avisa. Tens o meu e-mail no meu perfil e depois te darei outro contacto.
Beijinhos.
Branca

sideny disse...

Raul

Entâo continuaçâo de boas férias.

Estas a gostar , ainda bem.

No sul diverte.

beijocas

R. Rudoisxis disse...

M.
Será que na realidade existo ou sou miragem que apareço e desapareço? Nunca te esqueças que sou filho do deserto e toda a magia de dias escaldantes e noites geladas está em mim.
Sou como o rodar dos ponteiros do relógio que lentamente percorrem sempre o mesmo caminho e à hora certa as badaladas soarão em forma de businadela anunciando a minha presença.
O existir em momentos onde a essência e a matéria se encontram.
Beijo

R. Rudoisxis disse...

Ana
A felicidade é sempre uma doçura.
Férias na essência de momentos perpetuados pela alma do poeta que não sabe escrever versos, as quais jamais acabarão até eternamente chegar a casa um dia...
Beijos

R. Rudoisxis disse...

Brancamar
O virtual não deixa de ser real apenas lhe falta a fome de pele, o toque e o sentir que completam o circulo como se de uma assinatura notarialmente reconhecida precisássemos para acreditar.
Vou estar aí perto por S.Felix da Marinha, quem sabe nos possamos cruzar. Porto cidade é algo que evito assim como grandes aglomerados populacionais.
Beijos

R. Rudoisxis disse...

Sideny
Gosto sim....de tudo o que me disseste e me contaste. Estou feliz por ti. Pena ainda não terem inventado o tele-transporte que nos levaria em segundos para junto de qualquer amigo em qualquer lugar.
_________________________________
Não prometo responder a todos os comentários seguintes ou anteriores, fica aqui a expressão do meu agradecimento a todos e hoje estou em espera observando o tempo e vendo a altura ideal para partir de novo por mais uns dias.
Beijos e abraços

Biby disse...

Raul continuação de boas férias!
Curiosamene eu tenho uma "costela" de Aveiro!Local onde passei grande parte das férias na minha infancia!
Beijinhos e até ao 2º round!
BIBY

R. Rudoisxis disse...

Biby
Encontraste-me mesmo na fase final antes da partida.
Curiosamente também e referindo as tuas costelas de "Cagaréua", pega nas tuas bonecas e marca um encontro algures em qualquer lugar.
Estou numa de conversão do virtual ao real.
Beijos

gaivota disse...

que bom andares em férias pelos nossos cantinhos! há pouco tempo andei pelo nordeste transmontano, e pelas beias, guarda, covilhã, serra, é sempre tão a gradável e melhor ainda nesta altura de ainda haver poucos turistas estrangeiros!
é muito bom ser turista pelo nosso país, gentes e costumes diferentes e petiscos e conversas apetitosa,,,
boas férias!
beijinhos

R. Rudoisxis disse...

Gaivota
Penso passar por alguns dos locais por onde estivestes.Lá pelo nordeste transmontano quero escaldar os pés na nascente quente das àguas clavienses e depois subir às terras Barrosãs ali por Vilar de Perdizes e encontrar uma querida amiga ligada ao mistico, que não vejo há anos "A bruxinha do Barroso" e trazer umas garrafas do famoso licor afrodisiaco "Fura Colchões" para oferecer aos amigos.
Bjs

O Árabe disse...

Espero que as férias continuema correr-te tão bem. Boa semana, boa viagem!

Dr. Mento disse...

De Aveiro para a Serra dos Candeeiros e daí para Tavira. Estás a prometer uma volta a Portugal em 80 dias, não estás?

Boa viagem, aproveita bem e conduz com cuidado.

Princesa disse...

Ora aqui está um belo blog gostei
obrigado pela visita ao meu espero-te sempre lá e aqui virei sempre também

Amigos são como o vento...
É impossível prendê-los entre as mãos...
Eles as vezes tem outra direção,
Um caminho que não é o nosso...
Amigos são como o vento...
As vezes “furacão“, invadindo nossas vidas...
As vezes “brisa“, acariciando nossa alma.
Amigos são como ventos...
As vezes perto, as vezes longe...
Mas eternamente em nosso coração.“

Feliz semana

Beijo

MENSAGENS AO VENTO disse...

__________________________________

Encontros dos quais não mais nos esquecemos...

Que suas férias guardem para cada dia
uma doce e agradável surpresa!


Suas fotos são lindas!!!


Beijos de luz e o meu carinho...


Zélia (Mundo Azul)

__________________________________

Mariazita disse...

Meu caro Raul
É sempre um prazer receber-te. Infelizmente não posso vir aqui com tanta frequência como gostaria, mas...o tempo não chega para tudo! Vai-se fazendo o que se pode...
Palpita-me que essas férias vão ser famosas. Há uns anos fiz campismo, e gostava imenso. Tínhamos um atrelado, que é diferente, não se pode andar a armar todos os dias, é muito trabalhoso. Mas poder dormir sem estar rodeada de cimento...é das coisas melhores da vida.
Pois que tudo corra pelo melhor, que aproveites ao máximo, e quando regressares, tenhas inúmeros episódios felizes para recordar.
Continuação de boas férias.

Um beijinho
Mariazita

Carla disse...

sigo em viagem contigo...boas férias.

dizer-te também do meu livro...In-finitos sentires que vão ser desenhados em papel. O lançamento é no próximo dia 27 de Junho, às 16 horas na Biblioteca de Valongo
beijo

Vieira Calado disse...

Já nem com binóculos

se consegue ver uma luz

ao fundo do túnel...

Um forte abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

Raul


Sonha enquanto percorres o teu caminho. Encontra amigos e não os percas. O céu é infinito enquanto se caminha.


Abraço

Anónimo disse...

boas férias R.



e


obrigada.


___________até. que os dias sejam de regressos.



.piano.

Fatyly disse...

Esses encontros são sempre gratificantes e eu já tive alguns que duram até hoje.

Pela primeira vez não fui votar, fiz parte da abstenção por motivos de força maior e consequente ausência de 15 dias rumo ao norte, mas já voltei. A Abstenção é nociva, já que mostrarmos o nosso descontentamento será sempre NO VOTO EM BRANCO!

Que tenhas umas férias gratificantes numa de carregar baterias e vai dando notícias.

Beijos

elvira carvalho disse...

Ora bem férias assim é que são férias. Quando levamos tudo programado, quase não desfrutamos as férias no afã de não haver falhas na programação.
Um abraço e que continue a gozar as férias em pleno

Brancamar disse...

Estou de novo por aqui Raul,

S. Félix da Marinha não é assim tão longe, não sei se estou a passar por aqui a tempo, mas se sim e se souberes quando estás por lá, terei todo o gosto em te ir dar um abraço.
Beijos

Arnaldo Reis Trindade disse...

Pedindo desculpas novamente por não aparecer mais vezes aqui, venho desde já dizer-te Raul, que venho lendo sempre os posts, mas na maioria do tempo, não a tempo suficiente para comentá-los.
irei ler o próximo e comento algo.

Odele Souza disse...

Transformar um amigo virtual num real é o máximo! Que bacana Raul!

Essas emoçoes vividas nestas férias te farão muito bem.

Beijos!